Aconteceu no sábado, dia 21 do mês de outubro, a palestra “A Arte da Convivência”.

A professora Michele Nunes Mariot iniciou sua apresentação com o conceito da palavra convivência, distinguindo-a como virtude. Para mais, destaca a etimologia da palavra conviver, que tem origem no latim e significa “viver com”, ou seja, conviver é aprender a viver. E esta vivência não é somente com os demais, mas antes, consigo mesmo.

Michele pontua ainda que a convivência é um tema sempre presente e essencial, o qual temos a oportunidade de vivenciar todos os dias. E completa: “Todos nós fazemos parte de uma sociedade e necessitamos do aprendizado da convivência, ou seja, de aprender a viver em harmonia consigo mesmo e com os demais.”

Por isso, este é um tema sempre presente nos ensinamentos dos filósofos à maneira clássica, quer sejam do Ocidente ou do Oriente. E uma escola tal como Nova Acrópole, tem um método educacional humano que ensina, de maneira prática, a convivência com os demais, por meio da cortesia, da confiança e do respeito mútuo.

A palestrante ressalta ainda a necessidade de conhecer quem nós somos realmente, para aprender a conviver conosco mesmo. “Só assim a convivência com os demais pode se tornar uma realidade”, afirma.

E continua: “O que nos falta recuperar, pois nunca deixou de existir, é a amizade filosófica, que é o amor pelo conhecimento um do outro, onde há verdadeiros laços de amizade. Porque sem esses laços, a vida perde seu sentido. Necessitamos recuperar a verdadeira amizade, uma natural convivência”, finaliza.

Tags:

©2015 Organização Internacional Nova Acrópole - Brasil