Em comemoração à XIII Semana da Filosofia de 2018, a Organização Nova Acrópole Lauro de Freitas, nos dias 09 e 10 de novembro, realizou palestras, apresentações artísticas e oficinas práticas com o tema “Confúcio, o filósofo chinês”.

No primeiro dia do evento, o instrutor Vitor Rogério – faixa preta da Arte Marcial Nei Kung – realizou com os presentes uma oficina teórico-prática sobre “O I-Ching (O Livro das Mutações) nas Artes Marciais”.

Num primeiro momento, o professor fez uma interessante explanação sobre alguns símbolos do I-Ching e seus significados, além de uma explicação histórica e filosófica sobre as origens das artes marciais e sua ligação com a formação e desenvolvimento moral daqueles que as praticam.

Na sequência, alguns participantes foram convidados a praticar um pouco de Nei Kung. Esta arte marcial, que foi resgatada pelo professor Michel Echenique Isasa – fundador da Nova Acrópole no Brasil – tem como objetivos a promoção da educação e formação humana, ressaltando os valores morais, disciplina, concentração, superação, e o enfrentamento do medo através da coragem, o orgulho através da humildade, e a agressividade através do autodomínio.

No dia seguinte, na tarde do sábado, o professor Maurício Schmall palestrou sobre o tema “A Sabedoria Milenar de Confúcio: Seu Legado Moral e Social”.

A filosofia confucionista fala do homem ideal, valoroso, como sendo alguém que cultiva valores morais, conhece seu dever e age de acordo com o bem da sociedade a qual serve. Esse conceito aristocrático é associado com os termos “dama” e “cavalheiro”, que Confúcio usa não para se referir a alguém que pertence a determinada família, mas sim ao ser humano nobre, de valor, que dedica sua vida à prática do bem e da virtude. Esta dama e este cavalheiro são bons, fortes, disciplinados e corajosos. Para atingir esse ideal, a educação correta é essencial, para que se adquira integridade, consistência, e a capacidade de aprender através dos erros cometidos.

Foram essas, e ainda são, as questões que impulsionaram todos os filósofos à maneira clássica. Os filósofos são aqueles que buscam essas respostas, os que estão dispostos a ir além do convencional, e a fazer algo para que o mundo possa um dia ser realmente melhor. Esse é um convite à Filosofia.

Durante o sábado, apresentações artísticas embelezaram o evento. Abrindo a tarde, um repente contando a biografia do grande Confúcio foi recitado por um dos estudantes da Nova Acrópole. Logo após a palestra,  voluntárias da escola realizaram apresentações artísticas, com esquetes temáticas e e uma bela apresentação de dança chinesa.

Confúcio é um dos grandes sábios filósofos estudados no Curso de Filosofia da Nova Acrópole que acontece em todas as nossas escolas do mundo. Acompanhe sempre o nosso site e fique por dentro de nossa programação cultural e abertura de novas turmas do curso de filosofia.

 

©2015 Organização Internacional Nova Acrópole - Brasil