Em concordância com a sua missão de resgatar valores humanos permanentes, oferecendo espaços de ação e reflexão a fim de promover o desenvolvimento individual e coletivo, a Nova Acrópole realizou a XIII Semana da Filosofia, de 6 a 11 de novembro de 2018. O evento ocorreu simultaneamente em todas as sedes da Organização – espalhadas em 60 países – como parte da comemoração do Dia Mundial da Filosofia. Esta data comemorativa foi instituída pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), e é comemorada na terceira quinta-feira do mês de novembro.

O tema deste ano tratou sobre Confúcio, o filósofo chinês, buscando promover a reflexão sobre seus ensinamentos de forma a gerar indivíduos e sociedades mais saudáveis. Para isso, Confúcio relacionou com maestria os temas da Ética e da Política, deixando, através de seus ensinamentos e de suas ações, um grande legado que foi o alicerce para a reestruturação da China em sua época, continuando a inspirar os políticos chineses até o século XX.

Na sede Porto Alegre da Organização Internacional Nova Acrópole, a XIII Semana da Filosofia explorou esse legado com oficinas, palestras e exposição, objetivando demonstrar como Confúcio continua nos influenciando e como pode ser uma ferramenta atual para a estruturação de sociedades mais justas e harmônicas.

As palestras trataram sobre o contexto histórico, político e social de Confúcio. Além disso, ao longo dos dias do evento, abordou-se os aspectos educacionais e éticos de Confúcio para os dias atuais; tratou-se também do I-Ching, livro milenar chinês que aborda os aspectos internos que movem a natureza e, por consequência, os seres humanos. O I-Ching teve em Confúcio um de seus comentadores e compiladores. Houve também um workshop chamado Filosofia prática: interaja com a sabedoria milenar chinesa, em que perguntas e respostas levavam a pontuações e reflexões sobre nossa forma de vida, de acordo com os ensinamentos do sábio chinês.

Ocorreram oficinas de Nei Kung, arte marcial filosófica inspirada no I-Ching; de Caligrafia Chinesa, ministrada pelo prof. Willian Ely; além de uma oficina de Tai Chi Chuan, ministrada pelo Centro Cultural Chinês. Uma exposição permanente, ricamente ilustrada, apresentou o contexto histórico, obra e legado de Confúcio. Ocorreram também atividades para jovens, com vivências, jogos e dinâmicas, com participação especial do Projeto Pequeno Eco-Cidadão. O evento ainda contou com a tradicional Filosofia no Parque, com diversas atividades no Parque da Redenção, como entrega de oráculos do I-Ching, apresentações infantis, teatro de Confúcio com seus discípulos e muita convivência filosófica.

A XIII Semana da Filosofia reforçou o compromisso de Nova Acrópole com o desenvolvimento cultural das cidades em que se insere. Atuando há mais de três décadas na capital gaúcha, a Organização atua de forma voluntária pois acredita que a construção de um mundo melhor passa pela transformação de seus indivíduos, e assim a propagação da Cultura pode ser uma ferramenta valiosa para que construamos um mundo mais justo e feliz.

©2015 Organização Internacional Nova Acrópole - Brasil